Troca de Freios

46642762_1Pastilhas

A pastilha é um componente do sistema de freios, formado por uma placa metálica na qual são moldados materiais de atrito à base de resina, fibras sintéticas e partículas metálicas. A função das pastilhas é gerar atrito com os discos para diminuir ou parar a roda do veículo.

A pastilha de freio deve ser verificada a cada 10.000 km

Quando substituída o usuário do veículo precisa efetuar o assentamento das pastilhas de freio conforme descrito. Nos primeiros 200km, após a troca das pastilhas de freio, frear o veículo moderadamente e com cuidado, lembrando que o conjunto, disco e pastilha, está em fase de assentamento, após o assentamento das pastilhas de freio o sistema estará respondendo normalmente. Esse procedimento não elimina a eficiência da frenagem, mas, sim, possibilita o perfeito assentamento do conjunto, impossibilitando futuros problemas com ruído.

Disco de Freio

Fixado na roda do veículo, o disco de freio tem a função de reduzir o movimento giratório da roda ao receber o atrito das pastilhas.

Durante a frenagem o disco de freio suporta altas temperaturas e esforços mecânicos extremos. O uso de discos de freio com espessura abaixo da mínima especificada pelo fabricante do veículo poderá ocasionar sérios problemas, como:

1. Maior possibilidade de superaquecimento dos freios devido à menor quantidade de material;

2. Menor resistência mecânica da peça, podendo ocorrer empenamento, trincas ou até mesmo a quebra total do disco de freio;

3. Travamento do êmbolo da pinça de freio.

Quando houver troca dos discos de freio estas devem ser efetuadas nos dois discos de um mesmo eixo. A medida para retífica de discos de freio não poderá ultrapassar 0,5mm de cada lado do disco e deve-se observar também as indicações de espessura mínima.

As pastilhas de freio são trocadas geralmente muito tarde, sendo que deve ser efetuada a sua troca no máximo quando a espessura do material de atrito atingir 2,0mm, e mesmo no caso de desgaste desigual, todas as pastilhas de um mesmo eixo devem ser substituídas.

Os danos decorrentes da não substituição das pastilhas de freio podem levar, entre outros problemas, a um desgaste excessivo do disco de freio e à sua conseqüente inutilização. Portanto, a cada troca de pastilhas de freio, as superfícies do disco de freio devem ser verificadas quanto ao seu desgaste.